23 de ago de 2011

REELEIÇÃO NA ACADEMIA BRASILEIRA DE ODONTOLOGIA

O atual e dinâmico Presidente, Placidino Guerrieri Brigagão foi reeleito para o biênio 2011 / 2013, continuando, junto com seus dignos pares de Diretoria, o belo trabalho para o desenvolvimento da Odontologia nacional e também internacional, pois a Academia dá suporte à Federação Dentária Internacional – FDI.

A Academia potiguar almeja sucesso crescente nessa já brilhante jornada.

www.acbo.org.com.br

DIRETORIA FOI REELEITA












Ocorreu ontem a reeleição da atual Diretoria da nossa Academia para um mandato de dois anos, que ficou composta pelos seguintes Acadêmicos:

Presidente: Cícero Almeida; 

1º Vice-Presidente: José Evilson Machado Dantas;   

2º Vice-Presidente: Doriélio Barreto da Costa;

1ª Secretária: Consuêlo Prímola Gusmão;

2ºSecretário: Max Cunha de Azevedo, atualmente, substituído pela Secretária Adjunta, Maria Marluce de Souza;

Tesoureira: Melúsia Rodrigues Soares;

Tesoureira Adjunta: Maria da Salete Lopes da Costa Ferreira;

Diretor Científico: Helson José de Paiva;

Diretora da Escola de Aperfeiçoamento Profissional: Moema de Lemos Santos Barreto; 

Diretora da Biblioteca e do Museu Dr. Solon de Miranda Galvão: Yara Silva;

Diretor Adjunto: Wagner Ranier Maciel Dantas;

Diretora do Departamento Social: Terezinha Freitas Duarte Galvão;

Diretor Adjunto: João Alfredo de Vasconcelos Galvão;

Diretor do Departamento de Divulgação e Publicidade: José Ferreira Campos Sobrinho;

Diretor Adjunto: Rubens Barros de Azevedo;

Diretor de Patrimônio: Francisco das Chagas Pinheiro.



18 de ago de 2011

U F R N OFERECE RESIDÊNCIA INTEGRADA

III PROCESSO SELETIVO PARA OS PROGRAMAS DE RESIDÊNCIA INTEGRADA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DOS HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS DA UFRN

ÁREAS DE ESPECIALIZAÇÃO:

Terapia Intensiva Adulto (HUOL)

Terapia Intensiva Neonatal (MEJC)

Saúde da criança (HOSPED)

Assistência Materno-infantil (HUAB)

PROFISSÕES ENVOLVIDAS:

Enfermagem;

Farmácia;

Fisioterapia;

Nutrição;

Odontologia;

Psicologia e

Serviço Social.

SERÃO OFERECIDAS 35 VAGAS DISTRIBUÍDAS PELOS HOSPITAIS UNIVERSITÁRIOS E ÁREAS DE CONCENTRAÇÃO

Período de inscrição: 22 de Agosto a 11 de setembro de 2011.

Taxa de inscrição: R$ 180,00

Mais informações: www.comperve.ufrn.br

13 de ago de 2011

FELIZ DIA DOS PAIS!

A comemoração tem origem na antiga Babilônia, há mais de 4 mil anos.

Um jovem chamado Elmesu moldou em argila o primeiro cartão. Desejava sorte, saúde e longa vida a seu pai.

Independente do apelo comercial que a data induz não se pode deixar de homenagear aquele que, além de ser responsável pela nossa vinda ao mundo, permanece ao nosso lado durante toda a vida, preocupando-se com tudo o que nos diz respeito, procurando sempre suprir todas as nossas carências.

Que Deus abençoe a todos os pais, dando-lhes sorte, saúde e longa vida, tal e qual há 4.000 o jovem babilônio deu início às comemorações desta especial data.

12 de ago de 2011

DENTADURA DE BOLA DE BILHAR

Foi feita por Severino Pinto, vulgo Severino Marreteiro que era operário da Fábrica de Sabão Santa Rita, em Santa Cruz do Inharé-RN, nos anos 50.

A fábrica pertencia a João Batista de Medeiros, conhecido como João de GAM, primo do Desembargador Lourival de Medeiros.



Severino, não podendo pagar a um dentista e como era adversário político do CD Jácio Fiúza, resolveu, fazer ele próprio sua prótese.

Inicialmente, fez a moldagem da boca com sabão da fábrica onde trabalhava e vazou o modelo em cimento preto para construção.

Conseguiu uma bola de bilhar inservível para o jogo e abriu-a no meio.

Usando um dos hemisférios, começou a esculpir à noite olhando cuidadosamente a dentadura da sogra, que, para tal, lha emprestava.

As ferramentas usadas eram apenas um canivete, uma lima triangular velha e lixa.

Quando a prótese já estava quase pronta, ocorreu uma fratura e ele teve que recomeçar tudo, agora usando o outro hemisfério da antiga bola de bilhar.

Tomando mais cuidado, especialmente no final para evitar nova fratura conseguiu terminar. No final, observou que havia esculpido 5 (cinco) incisivos, mas deixou assim mesmo.

Severino usou a prótese por doze anos seguidos e estava muito satisfeito.

De passagem por Santa Cruz com destino a Caicó, o CD Clemente Galvão Neto e seu irmão Luiz Carlos Abbott Galvão, então protético do Laboratório Galvão e seu gerente, aconteceu avariar-se o jipe, em que viajavam.

Para esperar o conserto do veículo, hospedaram-se todos na casa do então Deputado Federal Aluízio Bezerra.

Quando Jácio visitou o grupo, contou a história da dentadura de bola de bilhar, o que despertou enorme curiosidade. Severino “Marreteiro” foi chamado e examinado.

Então, Clemente fez-lhe a proposta:

Seria confeccionada para Severino uma dentadura dupla moderna, fornecida pelo laboratório Galvão e clinicamente executada por Jácio. Severino relutou e terminou acertando o negócio, quando entregaria sua prótese em troca de outra dupla.

Foi tudo providenciado imediatamente e concluída a dentadura dupla, totalmente sem ônus para Severino, com a colaboração de Jácio e as despesas da confecção patrocinadas pelo Laboratório Galvão.

Pronta a prótese, depois de diversas provas, chegou o dia de sua colocação e, conseqüentemente, entrega da antiga.

Tudo concluído e verificados o funcionamento e a estética, Jácio recordou o negócio acertado muitos dias antes.

Severino, meio desconfiado, pensou muito e finalmente disse:

“Vou entregar porque dei a minha palavra e não volto atrás, mas, sinceramente, a minha é melhor”.

Entregou a peça, que já andou mundo, foi filmada e fotografada. Passaram-se anos sem que soubéssemos onde se encontrava, pois Solon Galvão Filho, que fora professor de Prótese da UFRN, e que a tivera sob sua guarda, pensava tê-la deixado na Suécia.

Clemente queixou-se disso a Helson José de Paiva, professor de Oclusão da UFRN, quando este anunciou:

Está comigo e vou entregá-la agora mesmo para o Museu Solon de Miranda Galvão.

Hoje, pois, a Dentadura feita de uma bola de bilhar nas condições descritas, é, com certeza, raríssima e quem sabe, a única na história da Odontologia. Pertencente ao acervo do Museu de Odontologia Solon de Miranda Galvão, da Academia Norte-Rio-Grandense de Odontologia, como uma de suas peças mais valiosas.

CLEMENTE GALVÃO NETO, CD

DIRETOR