26 de mar de 2012

CHICO ANYSIO - UM BRASILEIRO GENIAL!




No dia 12.04.1931 nascia em Maranguape/CE um gênio chamado FRANCISCO ANYSIO DE OLIVEIRA PAULA FILHO, o inigualável CHICO ANYSIO, falecido (não morto!) no Rio de Janeiro, em 23.03.2012.

Mudou-se com a família para o Rio quando tinha 06 anos de idade. Mais tarde, decidiu fazer um teste para locutor de rádio e saiu-se muito bem, ficando em 2º lugar, atrás de outro jovem iniciante: Silvio Santos.

Sempre com muito talento e versatilidade foi: humorista, ator, dublador, escritor (21 livros), compositor e pintor - retratou paisagens a partir de fotografias que tirava dos países que visitava.
Seus quadros foram expostos em diversas galerias do País; disse que gostaria de ter dedicado mais tempo à pintura, aprender as técnicas e ficar mais conhecido, para poder vender seus quadros por um preço melhor.

Destacou-se pelos inúmeros personagens (209!!) em programas humorísticos na Rede Globo, emissora onde trabalhou por mais de 40 anos, tornando-se um dos mais famosos, criativos e respeitados humoristas do País.

Dirigiu e atuou, sempre com grande brilhantismo, ao lado de grandes nomes do humor brasileiro no rádio e na TV.

Na década de 1950, trabalhou nas rádios Mayrink Veiga, Clube de Pernambuco e Clube do Brasil. Nas chanchadas daquela época Chico passou a escrever diálogos e também atuava como ator em filmes da Atlântida Cinematográfica.

Na TV Rio estreou (1957) o Noite de Gala, com imenso sucesso; 02 anos depois, estreou o programa Só Tem Tantã, lançado por Castro Barbosa, mais tarde chamado de Chico Total.

Além de escrever e interpretar seus próprios textos no rádio, televisão e cinema, sempre com humor fino e inteligente, ele se aventurou com grande destaque pelo jornalismo esportivo, teatro, literatura e pintura, além de ter composto e gravado algumas canções.

FAMÍLIA:
PAI - do ator Lug de Paula, filho da atriz e comediante Nancy Wanderley; - do comediante Nizo Neto; - do diretor de imagem Rico Rondelli, filho da vedete Rose Rondelli; - de André Lucas (adotivo); - do DJ Cícero Chaves, filho da ex-frenética Regina Chaves; - do ator/escritor Bruno Mazzeo, filho da ex modelo e atriz Alcione Mazzeo; - de Rodrigo e Vitória, filhos da ex-ministra Zélia Cardoso de Mello.

IRMÃO: - da falecida atriz Lupe Gigliotti (com quem contracenou em vários trabalhos na TV); - do cineasta Zelito Viana; - do industrial, compositor e ex-produtor de rádio Elano de Paula.

TIO: - do ator Marcos Palmeira; - da atriz e diretora Cininha de Paula;

TIO-AVÔ da atriz Maria Maya, filha de Cininha com o ator e diretor Wolf Maya;

MARIDO: da empresária Malga Di Paula.

SAÚDE: Foi internado no dia 02.12.2010, devido a falta de ar; Detectou-se obstrução da artéria coronariana - fez angioplastia; ficou 109 dias internado, recebeu alta no dia 21.03.2011, ficando a maior parte do tempo na UTI; Em 30.11.2011, teve infecção urinária e recebeu alta em 21.12.2011, mas, no dia seguinte voltou a ser internado, com hemorragia digestiva; em 20.02.2012 foi diagnosticada uma infecção pulmonar; piorou as funções respiratórias e renal em 21.03, falecendo 02 dias depois; no dia seguinte foi cremado no Cemitério do Caju/Rio - a seu pedido, metade das cinzas foi levada para Maranguape/CE, e a outra, para o Projac-Globo/Rio, locais onde ele disse que foi mais feliz.

Frases marcantes: RICO X POBRE - Eu sempre defendi o pobre, o preto, o nordestino, o retirante, o mendigo, o preso e o esfarrapado. Então, rico, nos meus programas, sempre fez papéis ridículos, nunca fiz um rico que se desse bem.

POLÍTICA: No Brasil de hoje, os cidadãos têm medo do futuro. Os políticos têm medo do passado. O brasileiro só tem 03 problemas: café, almoço e jantar.

CASAMENTOS X FILHOS: Tem coisa que não se discute: filhos detonam qualquer casamento. São maravilhosos, mas fatais!

REALIZAÇÕES: Saber que falta pouco já é bom. Realizar o pouco que falta é melhor.

MORTE: Penso menos nela do que ela em mim; Não tenho medo de morrer, tenho pena!
O irmão mais velho, Elano de Paula, leu no velório um texto que escreveu há 10 anos e que Chico gostou muito, pedindo que fosse lido quando morresse:

Que Deus nos permita o direito de tê-lo guardado para sempre na memória dos que aqui estão e dos que estarão por vir. Ou, se não for possível, não deixemos que seu corpo leve com ele aquilo que há de ser preservado porque pertence à posteridade: o seu talento.

Acrescentamos: Sua honestidade; sua generosidade; sua solidariedade; sua versatilidade; sua bondade; sua capacidade educativa e... muuito mais!!!

Muita luz, IMENSO CHICO ANYSIO!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário